30 de nov de 2007


"Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente quem destrói o seu amor próprio, quem não se deixa ajudar.Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto, quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor, ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem faz da televião o seu guru. Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco, e os pontos sobre os is em detrimento de um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho nos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva que cai incessante.
Morre lentamente quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe. Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples fato de respirar.Somente a perseverança fará com queconquistemos um estágio esplêndidode felicidade."

Pablo Neruda

29 de nov de 2007

"Sempre desprezei as coisas mornas, as coisas que não provocam ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos. Um filme mais ou menos, uma balada mais ou menos. Tudo perda de tempo.
Viver tem que ser perturbador! É preciso que nossos anjos e demônios sejam despertados, e com eles a raiva, o orgulho, a paixão, a adoração, ou o desprezo. O que não me faz mover um músculo, o que não me faz estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da minha bografia"

(Autor desconhecido)

28 de nov de 2007

Olimpíadas do Saber deve atrair 9 mil crianças

Thays Petters

Tem início no dia 2 de dezembro as “Olimpíadas do Saber” em Foz do Iguaçu. Ao todo, 52 escolas municipais participam do campeonato que deve reunir aproximadamente de 9 mil crianças de 1ª a 4ª séries da Rede Pública de Ensino. A grande festa de abertura acontece no Ginásio de Esportes Ministro Costa Cavalcante, logo depois, as atividades serão divididas nas Escolas Municipais; Leonel Brizola e João da Costa (Três Lagoas), Darci da Nata (Morumbi), Érico Veríssimo (Jardim São Paulo), Padre Luide (Vila C), Escola da Ponte da Amizade e Sesc.
O projeto, organizado pela Secretaria de Educação, em parceria com a Fundação Cultural, Guarda Municipal, Secretaria do Meio Ambiente e Secretaria de Esporte tem como objetivo oportunizar as crianças, criando alternativas para que elas apresentem tudo o que aprenderam durante o ano letivo. De acordo com a Secretária de Educação, Maria Bernardete Sidor, a Olimpíada é uma forma de descobrimento do aluno. “Para a criança, a competição é o momento pedagógico mais completo. É na Olimpíada que ela desenvolve ainda mais o talento pelo saber e pela arte”.
Os participantes irão responder questões desenvolvidas na própria escola nas matérias de Português, Matemática, Artes (Pintura, escultura, desenhos, poesia, música, teatro, corais e dança) e Esporte.
Segundo Bernardete, a Olimpíada também serve para avaliar a educação passada nas escolas. “Com a Olimpíada, podemos garantir o nível de ensino passado para as crianças” finalizou.
O encerramento acontece no dia 8 de dezembro, a partir das 10h00, com desfile na Avenida Brasil, reunindo todos os medalhistas e suas famílias.

27 de nov de 2007


Portal H2FOZ
Na próxima quinta-feira, 29, será lançada a nova versão do portal H2FOZ no Iguassu Golf Club & Resort. O site passou por uma série de modificações, adaptando as novidades ao gosto do leitor. O novo portal tem espaço privilegiado na página inicial para as notícias, entrevistas e artigos sobre turismo, fronteira e Mercosul. O site terá também uma área especial para notícias regionais, além da reprodução de informações da Agência Estado, com destaque ao projeto gráfico mais aprimorado, com a criação de serviços, espaço multimídia e uso de software livre. Esta é a primeira reformulação do H2FOZ, que foi lançado em outubro de 2003, com o apoio do trade turístico de Foz do Iguaçu.

26 de nov de 2007

“Um Canto de Amor a Foz”
No dia 8 de dezembro, a Fundação Cultural lançará o cd “Um canto de Amor a Foz”, dentro da programação da Semana da Arte de Foz do Iguaçu. O cd é resultado do Festival de Música realizado durante a 31ª Fartal. O material é composto pelas 10 músicas finalistas do festival, com uma coletânea de vários ritmos. A tiragem será de 500 exemplares e cada compositor receberá 30 cópias. A gravação estava prevista no regulamento como uma forma de registro fonográfico do festival e valorização do trabalho dos compositores que se inscreveram e participaram.
O objetivo do Festival era homenagear a cidade pelos 93 anos de emancipação política e administrativa, além de incentivar a produção artística dos iguaçuenses. Ao todo participaram do concurso 16 músicas. Depois de duas seletivas, um grupo de maestros e músicos da cidade escolheu as 10 finalistas. O regulamento previa que podiam participar apenas compositores residentes na cidade.

24 de nov de 2007

O Lar dos Anjos precisa da sua ajuda


Entidade que atende crianças e adolescente necessita do apoio da comunidade para finalizar as obras na sede

Thays Petters

O Lar de Apoio à criança e ao adolescente (LACA) precisa da ajuda da comunidade para finalizar a reforma de sua sede, no Bairro Beverly, em Foz do Iguaçu. A obra está sendo feita para se adequar às exigências da Vigilância Sanitária e oferecer maior conforto as crianças e adolescentes que estão abrigados na casa-lar.
A entidade, também conhecida como Lar dos Anjos, funciona em regime de abrigo temporário, atendendo crianças e adolescentes de 0 a 18 anos em situação de risco ou sub judice, portadoras ou não do vírus HIV. Para atender as necessidades destas crianças é que a instituição está ampliando a lavanderia, construindo um Lactário (espaço destinado à higienização, esterilização, preparo e guarda de leite) e uma Ludoteca (local onde a criança irá desenvolver recursos motores, didáticos e pedagógicos através de brinquedos lúdicos).
Como explicou a Assistente Social, Wanderleia de Andrade, o LACA oferece tratamento psicológico e social às crianças e suas famílias, sobrevivendo apenas de doações de empresas, pessoas físicas e eventos organizados pela instituição em parcerias com órgãos públicos. “O Laca só é o que é hoje graças às doações” afirma.
Segundo ela, mesmo com grupos de voluntários e empresas amigas da entidade que colaboram com cestas básicas, roupas e brinquedos, a falta de recursos financeiros ainda prejudica o andamento da obra. “Não temos data prevista para terminar a reforma”.

Instituição
O Laca oferece há quase sete anos abrigo temporário a crianças e adolescentes portadores do vírus HIV ou filhos de pais portadores. O principal objetivo da instituição - que atende atualmente 12 crianças - é assegurar os direitos da Constituição Federal e Estatuto da Criança e do Adolescente, promovendo o bem estar e realizando trabalhos psicológicos e sociais com os abrigados e suas as famílias.
O apoio às famílias também é realizado através de doações de cestas básicas e roupas, na medida em que estes materiais chegam a casa-lar. Os remédios para os tratamentos são fornecidos pelo Governo Federal, através do SUS (Sistema Único de Saúde).
Todas as doações feitas por órgãos privados e pessoas físicas servem de subsídio para o sustento do abrigo e dos profissionais que atuam no local. Nenhum órgão repassa mensalmente verbas para o sustento do LACA. “A prefeitura ajuda disponibilizando dois educadores” completa.
Parcerias com a Itaipu Binacional, Receita Federal e Câmara de Vereadores auxiliam nos serviços prestados pela instituição.

Festa Kitsch
Na última quarta feira, 21, uma turma de estudantes de Comunicação Social da UDC, ao lado da professora Carmen Lucia Fagundes e do Grupo de Circo Troupe Luz da Lua (http://http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=14423640195267184004) realizavam uma grande festa com as crianças da instituição.
O motivo de tanta alegria era a doação que os acadêmicos repassaram ao Lar dos Anjos, com a arrecadação da 2ª Festa Kitsch, realizada no dia 15 de novembro, na Casa de eventos Mansão Green. Além da verba doada a entidade, os estudamtes também entregaram uma máquina fotográfica digital, que foi usada no mesmo dia para registrar o momento. “Para nós, toda e qualquer ajuda é bem vinda” afirmou a assistente social Wanderléia de Andrade.
Para o integrante da Troupe Luz da Lua, Felipe Piwi, a intenção do grupo é levar e oportunizar a arte para quem não tem acesso a ela. “A risada de cada uma dessas crianças é o mais gratificante do nosso trabalho”, concluiu.

21 de nov de 2007

Fundação Nosso Lar lança projeto “Adote uma Família"




Empresas e pessoas físicas podem doar uma cesta de natal para as famílias cadastradas na instituição

A data mais importante do ano está chegando, e com ela a expectativa em reunir amigos e familiares para uma grande festa. A emoção de viver uma noite de Natal encantadora não é diferente para dezenas de crianças da Fundação Nosso Lar. Pensando nisso é que a instituição criou o projeto “Adote uma Família”, onde empresas e pessoas físicas podem contribuir com uma cesta de Natal para as famílias cadastradas na Fundação.
Segundo a diretora dos projetos da Fundação Nosso Lar, Ivania Ferronatto, o trabalho desenvolvido pela instituição tem como principal objetivo a reintegração da criança ou adolescente com a sua família biológica. “Cada criança que chega a Fundação traz com ela sérios problemas familiares, que precisam do apoio e ajuda da instituição”.
Por isso, são desenvolvidos atividades e atendimentos psicológicos e sociais, para que a criança volte a sua família de origem e possa se equilibrar na sociedade. “A criança só consegue ser ela mesma, se reerguer, se a família também fizer isso por ela” afirmou.
Aproximadamente 100 famílias são acompanhadas pela Fundação Nosso Lar e recebem auxilio de empresas e pessoas que se dispõem a oferecer desde ajuda material até apoio emocional e afetivo.
Especialmente para este Natal foi criado o projeto “Adote uma família”, onde qualquer empresa ou pessoa pode fazer a doação de uma ou mais cestas de Natal para as famílias cadastradas. Como explicou Ivania, a maioria das crianças tem sonhos e desejos no dia de Natal. “Tem coisas que eles adorariam ter, como o leite condensado, o creme de leite, a aveia e até o sucrilhos”.
Os interessados em fazer a doação devem entrar em contato com a Fundação Nosso Lar pelo telefone 3025-2440. As cestas serão entregues para as famílias no dia 22 de dezembro.

Projetos
A Fundação Nosso Lar está há 11 anos atendendo crianças e adolescentes que precisam de abrigamento temporário. Para resgatar estes jovens e restabelecer novamente um convívio familiar, a Fundação também investe no atendimento as famílias.
Dentre muitos projetos desenvolvidos dentro da entidade, um deles é o “Apadrinhamento Familiar”, onde os voluntários podem adotar uma família e oferecer desde ajuda material até orientação e apoio afetivo. As formas de apadrinhamento podem ser através da compra de materiais de higiene e limpeza, alimentação, fraldas e leite, roupas, medicamentos, móveis e utensílios, cestas especiais (natal, páscoa, dia das crianças), vestuário, pagamento de aluguel, água ou luz, etc.
Outro projeto importante é o “Adote um sonho”, em que a pessoa pode oferecer alguma atividade que seja de vontade da criança, como curso de inglês, dança, canto, informática etc.
De acordo com Ivania, os problemas sociais não terminarão apenas com movimentos do Governo Municipal, Estadual e Federal. Para ela, a sociedade deve se mobilizar, mesmo com pequenas ações, para que as famílias ingressem novamente no mercado de trabalho e as crianças tenham um futuro digno dentro da comunidade. “Ou a sociedade se mobiliza ou essas pessoas vão continuar sendo excluídas”.

20 de nov de 2007

Cabelo..Cabeleira...Cabeluda....Descabelada!


Outro dia estava lendo o blog da aline http://alineaa.blogspot.com/ e vi um texto que falava sobre cabelos.
Por incrível que pareça, fiquei pensando neste assunto.... e percebi que o cabelo (pra minha vida) faz toda a diferença!
Quem me conhece há pelo menos um ano sabe a mudança radical que fiz no meu cabelo, e acredito que um novo corte não é apenas uma mudança de visual, mas de personalidade.
Eu realmente me descobri de cabelo curto.

Quem lê deve pensar: - O que essa louca era antes então?
Bom, eu era a Thays... a Thays cabeluda, que uma vez foi loira, depois morena e de repente tosou a juba.
Me lembro do dia em que folhava uma revista de moda, e vi um corte lindo, maravilhoso, exuberante! Quando deu 6 hrs da tarde, chamei a Aline (a mesma do blog ali em cima) e ela me acompanhou até o salão do meu amigo Felipe Mendonça. Chegando lá, mostrei pra ele a foto da revista e ele já abriu um olhão (deeeeesseeee tamanho).
Tem certeza Thays?
E eu mais faceira que gorda de camisa nova disse: É claro que sim!
Então, ele amarrou meu cabelo e num passe de mágica eu estava quase careca.
Pensem no susto!
Logo em seguida ele deu aquele rabo de cavalo pra eu segurar...e eu olhava aquele cabelinho indo embora.... (juro que pensei: aiai...que besteira que eu fiz).
Então, o corte começou a tomar jeito...e ele picotava daqui, picotava de lá!
Minha gente... no final... eu era outra pessoa!
Estava feliz! Linda leve e solta!(haha)
Todos que estavam no salão (Felipe, Aline, Regis e eu) ficaram pasmos!
Então... é chegada a hora de sair a rua.
Toda mulher sabe, que quando ela pinta o cabelo já é difícil se acostumar...
Imagine quem quase fica careca?! (exageros a parte).
Então, fui até a faculdade e nunca (mas nunca mesmo) vou me esquecer da cara das pessoas. O Anderson parecia pular de alegria. A Edla ficou doida! A Aline já nem acreditava mais... e a Mimo disse: Até quem enfim ta com cara de jornalista!
Bom, o fato é que a maioria gostou e eu me senti bem demais. Porque querendo ou não, nós ligamos pro que os outros falam. NÃO adianta dizer que não, porque é verdade. Nem que seja um pouquinho. Nós adoramos receber um elogio e ficamos chateados quando ninguém gosta da mudança.
Então...de lá pra cá, meus dias são mais coloridos e criativos!
Eu vivo a cada dia com um jeito diferente de arrumar meu cabelo.
Definitivamente estou satisfeita com o “modelito”!

14 de nov de 2007

Um amor de verdade...


Você está sozinho. Você e a torcida do Flamengo...


Em frente à tevê, devora dois pacotes de Doritos enquanto espera o telefone tocar.Bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha.Trimmm! Trimmm! (quem mais poderia ser?)
Amor nenhum faz chamadas por telepatia. Amor não atende com hora marcada.Ele pode chegar antes do esperado e encontrar você numa fase “galinha”, sem disposição para relacionamentos sérios. Ele passa batido e você nem aí. Ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. O amor dá meia-volta, volver.Por que o amor nunca chega na hora certa? Agora, por exemplo, que você está de banho tomado e calça jeans? Agora que você está se achando bonito? Agora que você está empregado?Agora que você pintou o apartamento, ganhou um porta-retrato e começou a gostar de jazz? Agora que você está com o coração às moscas e morrendo de frio? O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina.

Você passa um ano inteiro hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga e mal repara em outro alguém que só tem olhos para você. Ou então, fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana, os seus amigos estão lá, azarando-se uns aos outros. Sentindo-se um ET perdido na cidade grande,você busca refúgio numa locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido à sua vida. O amor é como tesourinha de unha: nunca está onde a gente pensa.
O jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste.Seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila do banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro.Pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole.
O amor está em todos os lugares, talvez você não o procure direito.A primeira lição está dada: o amor é onipresente. Agora a segunda: o amor é imprevisível.Jamais espere ouvir “eu te amo” num jantar à luz de velas, no dia dos namorados.
Ou receber flores logo após a primeira transa. O amor odeia clichês. Você vai ouvir “eu te amo” numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, ou quando você menos esperar. E as flores vão chegar num dia qualquer apenas para informar-lhe como você é especial para alguém.Assim... sem um motivo ou data especial.Espalhe que o amor não é banal. E que, embora estejam distorcendo o sentido verdadeiro dele nos tempos modernos de hoje, ele existe e é o ingrediente mais importante da vida, a própria porção mágica da Felicidade.


192: Ele pode salvar sua vida

Projeto visa sensibilizar iguaçuenses dos trabalhos realizados pela equipe de profissionais da saúde

A equipe de profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) quer sensibilizar a comunidade sobre os serviços realizados pela unidade de socorro. Apesar de realizarem atendimentos de vital importância à comunidade iguaçuense, o número de trotes e as chamadas desnecessárias congestionam as linhas telefônicas e prejudica a prestação de serviço a quem realmente precisa.
Inaugurado em junho do ano passado, a média diária de atendimento é de 37 casos, totalizando mais de 13,6 mil atendimentos em 17 meses.
Trabalham no SAMU 64 funcionários, entre auxiliares de enfermagem, enfermeiros, médicos, técnicos auxiliares de regulação médica (TARM), condutores de veículos e estagiária. O serviço conta ainda com: quatro ambulâncias, sendo três Unidades de Suporte Básica (USB) e uma Unidade de Suporte Avançada (USA).
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência funciona 24 horas por dia atendendo às urgências de natureza clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população. O trabalho visa assegurar suporte de primeiros socorros e sobrevida dos pacientes.
“Quando alguém da comunidade liga para o número 192, o técnico auxiliar de regulação médica atende ao telefone, anota endereço, proximidades, nome da vítima, nome do solicitante e queixa principal. Essas informações são repassadas para o médico que fará a triagem e classificação do nível de gravidade dividida em: pequena, média ou severa. O médico também orienta o acompanhante ou a vítima do que ela pode ou não fazer enquanto a ambulância é encaminhada até o local”, explica o coordenador geral do SAMU e médico Moisés Carvalho.
De acordo com ele, são atendidos casos graves como acidente vascular cerebral (AVC) conhecido como derrame, ameaça de infarto ou infarto, mal súbito, gestante em trabalho de parto ou sob ameaça de abortamento e outras situações de agravamento da saúde.

Campanha
Para tentar sensibilizar a população sobre a correta utilização dos serviços do SAMU, os profissionais vão promover uma campanha de conscientização. De acordo com a enfermeira Maria Argentina: “os iguaçuenses ainda estão desinformados quanto ao trabalho de urgência realizado pelo SAMU, o que acarreta em transtornos a quem espera pelo atendimento”, explica. Segundo ela, o SAMU atende mais de seis mil chamadas por mês e cerca de 30% dos telefonemas são trotes. “ Recebemos mais de 1.800 trotes todos os meses e isso prejudica o atendimento às pessoas que estão precisando de socorro”.
A enfermeira antecipa que a partir do ano que vem, será implantado um projeto de conscientização nas escolas, para que alunos e comunidade conheçam os serviços e saibam quando devem realmente ligar. “A população deve reconhecer quando é uma questão de urgência”, frisa.
Os casos de atendimento do SAMU incluem: Problemas cardíacos e insuficiência respiratória, infarto, intoxicação por medicamentos, veneno, drogas ou álcool, vítimas de agressão (crianças e mulheres), trabalho de parto, hipoglicemia, tentativa de suicídio, crise hipertensiva, problemas psiquiátricos, surto psicótico e transferência inter-hospitalar a pacientes com risco de morte.
Já os casos de traumatismo em geral, acidente de arma de fogo, arma branca, acidente de carro, agressão física, afogamento e queimaduras são de responsabilidade do SIATE que atende pelo telefone 193.

13 de nov de 2007

Os cuidados com a tatuagem no verão


Conheça os procedimentos necessários para realizar a modificação corporal na época mais quente do ano


Se no inverno uma pessoa é tatuada por dia em Foz do Iguaçu, no verão esse número sobe para dez. Essa é a época em que todos querem desfilar seus corpos pelas academias, piscinas e praias com desenhos e frases tatuadas. Independente de sexo, cor ou religião, dezenas de pessoas procuram pela modificação corporal que já criou um novo conceito de comportamento e beleza, reunindo aproximadamente de 35 milhões de pessoas tatuadas no Brasil.
Vale destacar para quem quer fazer a primeira tatuagem, que os procedimentos devem ser feitos com segurança e os cuidados com a pele devem ser mantidos permanentemente.
A maneira correta para dar inicio a uma tatuagem é procurar um bom estúdio, que trabalhe com materiais esterilizados e descartáveis, observar a higiene do local, buscar um tatuador de sua confiança e claro, estar ciente de que toda modificação corporal exige cuidado e dedicação antes e depois de realizada a sessão, afinal, ela é praticamente uma micro-cirurgia.
Segundo o tatuador Washington Brasil, não há nenhum método de remoção ainda seguro, por isso, a pessoa deve ter certeza do que quer. “Ele deve optar por um desenho de expressão e representatividade, para que não haja o arrependimento futuro”.
O cliente deve ainda evitar exposição ao sol nos dois primeiros meses, já que os raios ressecam a pele, dificulta a absorção da tinta e envelhece a tatuagem. A aplicação freqüente de filtro solar é essencial para manter o desenho bonito e protegido.
A alimentação é outro fator importante. Durante 60 dias pelo menos, deve-se evitar alimentos gordurosos e pesados como carne de porco, maionese, chocolate etc. Refeições saudáveis contribuem para uma boa cicatrização e auxilia para que não haja nenhuma infecção após realizada a sessão.
A tatuagem, assim como a moda, segue tendências, o que acaba sendo um ponto negativo para o consumidor. Conforme explicou o tatuador, algumas pessoas copiam desenhos de sites, blog’s e até de personagens globais, implicando um provável arrependimento. Portanto, a originalidade além de garantir a satisfação pessoal, faz toda a diferença na realização de um trabalho.

Valores
Uma fadinha, borboletas, homem aranha ou quem sabe um dragão? As opções de desenhos e formatos não faltam para quem quer fazer uma tatuagem. O que provavelmente irá variar entre elas é o gosto e estilo de cada um. O diferencial também se encontra no preço de cada desenho. Atualmente, o valor mínimo é de R$ 80,00, podendo chegar a mais de R$2.000 dependendo do tempo de trabalho. De acordo com Washington, o preço é acertado diretamente com o cliente, dependendo das sessões realizadas e a quantidade de horas trabalhadas.

7 de nov de 2007

Arrasou!



Como a maioria já sabe, o lançamento da Festa Kitsch foi um sucesso! Na última segunda-feira, o pátio da UDC ficou lotado e não se ouvia outra coisa a não ser elogios, tanto do público quanto dos participantes, que nunca tinham visto uma movimentação tão grande na faculdade.
A participação dos alunos fez toda a diferença e com certeza fará também no dia da festa (14 de novembro na Mansão Green)

No domingo, quando fomos ensaiar o desfile, eu e alguns amigos comentávamos o quanto é legal que estas festas aconteçam, não só pela causa social, mas a integração entre as turmas. Eu mesma, conheci pessoas de outros cursos e já até bebemos uma cerveja no boteco para comemorar (haha)

Assim a coisa realmente anda! O velho ditado de que "A União faz a força" está mesmo comprovado.

Então é isso! Bom dia a todos!

5 de nov de 2007

Pra ver a Banda passar




Em breve, os bairros de Foz do Iguaçu ganharão mais animação aos sábados. O projeto “Pra ver a banda passar” da Fundação Cultural, que percorre todos os sábados de manhã a Avenida Brasil, irá desfilar também em bairros como a Vila “A”, Jardim São Paulo, Porto Meira, Vila Portes, entre outros. Como os empresários de outros centros comerciais vinham solicitando a presença da banda, a FC acatou o pedido, como previsto no projeto inicial. Agora é só esperar e conferir...
Eu já vi a Banda se apresentar na Av. Brasil e sei o quanto é animado fazer compras ouvindo belas músicas.
É como uma terapia! Vale a pena ser passado adiante. Tenho certeza que os iguaçuenzes irão adorar!

1 de nov de 2007

1ª Feira do Livro


Tem início no dia 5 deste mês e segue até o dia 9 a 1ª Feira do Livro, organizada pelo Sesc de Foz do Iguaçu. Desde 1981, o Sesc realiza feiras de livros em todo o país e dessa vez, a cidade ganha, além da feira com preços acessíveis, uma extensa programação, que inclui oficinas de fantoches, contação de histórias e fabricação de brinquedos.
Com objetivo de criar espaços de discussão e apresentação de conhecimentos relacionados à literatura, à produção literária, a obras e autores significativos da produção editorial, são realizadas palestras, minicursos, oficinas diversas e seminários, dentre outras programações, dirigidas aos educadores e/ou promotores de leitura de uma maneira geral. Uma das características principais das feiras é a proposta de atendimento amplo à clientela, buscando não se restringir à comercialização de livros, e sim oferecer um leque de serviços em torno da literatura.


Mais informações pelo telefone: 3576-1300.