30 de jun de 2010

Tô inventando uma maneira de não pensar tanto em você.
Eu não preciso né?
Não! Preciso sim. Preciso diariamente, o tempo todo.
Sabe aqueles sintomas de saudade que começam a tomar conta?
Pois é, eles bateram na minha porta.
É praticamente um vício, como o café.
Eu preciso dele pra me sustentar.
Preciso dele para alegrar meu dia e satisfazer minha ansiedade.
E eu? Bem, eu fico tentando tapar o sol com a peneira, tentando ficar mais bonita, tentando não gritar enloquecidamente de felicidade.
Aaaiiiii meu deus! Estou triste, mas estou feliz, tão feliz que nem quero mais escrever.

Tchau!

Um comentário:

Jessica Balzan disse...

aaaah sua fofa esse é lindo, pena que paro de escrever! hehe, impressionante como me identifico com as suas palavras! *-*
beijooos e continue assim, adooro demais seu blog. :)