8 de nov de 2008

Imbecil

Letras, palavras e frases descompostas, confusas e obscuras,
Ninguém pode entender,
Ninguém quer ler, ler pra que? Pois são coisas idiotas, sem cabeça e pés,
totalmente descomunal infernal ou boçal.Tudo isso e muito mais, tudo isso e muito menos,
ameno,
terreno,
nostálgico,
plagio e otário, pois quem escreve é o ordinário.
qualquer um,
qualquer dois,
qualquer nada.


Wesley Rodrigues Correia

2 comentários:

R.Vinicius disse...

Nas letras intensas de Wesley as linhas ganham voz como num desabafo.

Thays ótimo final de semana para a senhorita. Eu gostaria de saber como que a senhorita está. Gostaria de ser não somente um visitante do seu belo Blog, mas um amigo, mesmo que imensa distântia que abrange São Paulo e Foz do Iguaçu.

Abraço, até breve,

R.Vinicius

Aierroc disse...

O texto reflete como frizou o ultimo comentario de R.Vinicius "desabafo".É preciso refletir sobre muitas coisas e dentre elas a falta de vontade de ler ou ouvir uma boa historia.

wrcaierroc.blogspot.com