30 de nov de 2011

How How How!

O Natal nunca foi uma das minhas datas favoritas, mas nem por isso eu deixei de dar importância a ela. Na minha profissão, o Natal é época de pautas, muitas pautas, e talvez por isso eu tenha começado a enxergá-lo com outros olhos.

Pra quem já perdeu alguém da família, o Natal nem sempre é sinônimo de união. Parece que naquele dia, a saudade bate mais forte e é quase impossível não lembrar os anos em que aquela pessoa querida estava entre nós.

No entanto, precisei aprender a gostar do Natal para conseguir escrever com o coração.
É dfícil não é? É sim, e foi mesmo muito difícil. Mas no decorrer dos anos, encontrei histórias emocionantes pelo caminho, como a de pessoas que precisam passar o Natal em hospitais, trabalhando, longe da família, ou histórias de pessoas que sequer ganham uma ceia de Natal.

Não quero ser melancólica e tão pouco enaltecer os problemas alheios, quero apenas lembrar de como é bom ter uma família, saúde, e condições financeiras que nos permitam ter uma bela ceia e uma árvore de natal repleta de presentes.


Na verdade nunca gostei de comparações. Sempre achei elas generalistas demais. O meu conceito só começou a mudar este ano, quando passei por tristes experiências que me fizeram dar mais valor a vida e a todas as coisas que ela me proporciona.

Achei por bem dividir esses pensamentos com vocês, já que nesta época todos estão mais generosos e dispostos a ouvir (neste caso, a ler).

Então, este post é para todos aqueles que não gostam de Natal. Minha dica é para que vocês comecem a pensar no verdadeiro sentido dele, e talvez dessa forma, possam contribuir com a história de alguém, seja uma criança que precisa de um presente, um idoso que precisa de um abraço ou um paciente de hospital que precisa do seu sorriso e poucos minutos de conversa.

Faça deste período um aliado, porque com certeza você conseguirá melhorar o Natal de alguém e mais do que isso,
começar a adorar o seu!


3 comentários:

. disse...

Eu adoro o Natal...É um período que até as pessoas amargas ficam felizes. =)

Também é tempo de confraternização, presentes e lembrarmos o nascimento do menino Jesus.

Aaaah! Amo a data pq amo.

Obs: Vamos ver o coral de natal das criancinhas no Palácio A venida.


bjus HOHOHO!

Anônimo disse...

Só uma dica: o correto é JINGLE BELLS.

Thays Petters disse...

Anônimo, obrigada pela dica! Eu quis "abrasileirar" mesmo. Agora, já mudei de título!