15 de set de 2008

"E o certo caminho eu não sei..."


Certo e errado é como a ética.
O que pode ser ético pra mim, talvez não seja pra você.
Culturas diferentes apresentam costumes, (éticos) diferentes. Ou todo mundo acha normal um pai castrar a filha, uma pessoa comer carne de cachorro e um homem ter várias mulheres?
São opiniões diferentes, mas que se confundem com a forma de vida de cada povo, cada religião.
Por isso, discriminar e julgar não é e nunca será o caminho, mesmo porque ninguém é dono da verdade. Cada ser humano vive da maneira que lhe for favorável. Se é certo ou errado, isso não me diz respeito.

Faço o que me convêm, o que acho que devo fazer pra vida realmente valer a pena. Meu único desejo é nunca magoar ninguém com as minhas loucurices, e acredito mesmo que nunca fiz isso. Se fiz, me desculpe. Não foi intencional. Sou do tipo que acredita em cada dia. Não gosto de fazer planos e nem de viajar na maionese. Gosto da realidade, do factual, do que é totalmente verdadeiro.Gosto da amizade sincera, da risada, do carinho, do abraço apertado, das mãos dadas e da alegria espontãnea. Gosto do beijo, do toque, da conversa, da manhã e do céu bem azul.
E se tudo isso for errado, se eu realmente estiver errada, já não sei então o que é certo.

Um comentário:

Aline Aguayo disse...

Eu sou do tipo que acredita que... "não existe certo ou errado; existe o que é melhor pra você!"
Bom dia!

;*