31 de jan de 2009

tchau janeiro!


Então os dias passaram. As marcas de 'x' no meu calendário nem se deram conta do tempo que correu. O primeiro mês do ano foi embora e muita gente ainda não ligou.
Estamos em 2009, ou como diz a propaganda, em 2000INOVE.
Inove mesmo, este é meu conselho. Inove na maneira de pensar, de agir e de tomar decisões. Eu sou do tipo de pessoa que não pensa em destino, mas contrói o agora.
Meu futuro não pertence a mim, mas cabe a minha pessoinha realizar o que me agrada. Tô errada?
.
Bem, o ano novo passou, tá chegando o carnaval (que pra mim nunca existiu), e então o povo finalmente cai na real de que tudo começou. Gostaria de poder ter a paciência de muitas pessoas que passam meses em casa ou viajando e dizem estar 'de férias'.
Juro! Quando eu ficar velhinha quero aprender fazer de tudo. Quero pintar quadros, plantar mudinhas de árvores, fazer uma horta, ter muitos bichos, costurar, enfim.
Mas definitivamente, ficar parada me dá nos nervos. E quando vejo alguém assim, completamente 'tranquilão' já começo a me irritar. Estranho isso, mas é verdade.
.
O que faço agora é desejar um fevereiro lindo e que venha março com toda força. É sempre em março quando eu não paro de escutar o CD da Elis Regina. Então, ficamos assim. Nem eu te ligo, nem você me telefona certo!?
.
Bom, mas mudando de assunto, quero dizer que os novos blog's adicionados aqui, da Liana e do Serginho são simplesmente encantadores. Os dois, que por sinal são namorados [e também meus amigos] escrevem com uma sutileza de dar gosto. A liana é uma flor e o serginho um gentleman. Já falei pra ela casar logo com ele, porque encontrar namorado que escreva bem é quase um milagre nos dias de hoje. Bem, fica a dica para quem visita esta página! Vale a pena dar uma lida!
.
:*

29 de jan de 2009

Bom Dia!

Apenas ontem fiquei sabendo que meu blog estava em um link do site Megafone, aqui de Foz. Confesso que adorei a oportunidade, já que o Megafone é um site que eu visito diariamente e adoro a forma com que todos os jornalistas, escritores, acadêmicos e demais colaboradores escrevem e dão opiniões sobre tudo. É fascinante entender mundos diferentes, conhecer pessoas e debater qualquer assunto que seja.
Acho também que foi através do link (ou não, talvez esteja enganada) que o Eder comentou em um texto recente meu. Os 'rabiscos' como eu costumo identificar meu texto foi batizado de 'Maldito Orkut'... [ele esta postado aí em baixo, só dar uma decida no mouse]. Então, quero compartilhar com vocês o comentário do Eder

'Olha gata, esse negócio de orkut é mesmo uma porcaria! Não passa de uma autopropaganda fajuta e forçosa. Tudo mentira num mundo de faz-de-conta, porque no orkut todo mundo parece feliz: o que é uma tremenda farsa. Vivamos o cotidiano comum e podre a que os "homems" criaram e saibamos disfarçá-lo através da ARTE! Esta sim, pode nos fazer algo um pouco melhor ao invés de ficar fingindo sermos pessoas especiais para outras pessoas que sequer vimos na vida!

Eder, não vou discutir aqui os detalhes da sua nota. Mesmo porque poderia passar o dia escrevendo sobre sua maneira grosseira de tratar um assunto. Essa sua forma já me causou enjôos.
Quero apenas lembra-lo de que se a sua vida é baseada em um 'cotidiano podre a que os homens criaram', A MINHA NÃO É.
Não vivo e não pretendo viver em nenhum mundo ao qual eu não seja feliz. Caso você deseje continuar vivendo na mesmice ou na 'podridão', como define, aí já não é problema nosso.
Só peço um favor, antes de comentar, não generalize seus pensamentos. Este é o grande mal da humanidade. Achar que todos devem ser e pensar como você.

Obrigada pelo comentário. Passe quando quiser!


Um beijo...'

28 de jan de 2009

.
Me aventuro em tentar entender essa coisa louca de vida. Admito que as vezes me falta força. Prefiro tapar os sol com a peneira e deixar que esse mundo doido tome conta de mim. Me pergunto porque as vezes sou tão pé no chão. Voar por aí é coisa de novela, pelo menos no meu atual momento. Ainda me prendo aos detalhes, a histórias de amor mal resolvidas, a casos passados. Gostaria de poder abrir a porta e partir sem medo.
Eu tenho medo da solidão. Tenho medo da tristeza. Tudo está lindo e depois acaba. Tenho medo da felicidade. Quero por um instante me sentir segura em meus desejos e satisfeita com minhas realizações. Deixe essa aventura bater, por favor.
.
...Que minha solidão me sirva de companhia
que eu tenha a coragem de me enfrentar
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo


Clarice Lispector

26 de jan de 2009

Os dias passam e cada vez mais eu me pego pensando.
Cada vez mais eu acredito naquele ditado clichê de "o que os olhos não vêm, o coração não sente".
Talvez tenha me prendido nele para aprender a esquecer.
Existem coisas que a gente não quer, mas precisa começar a querer, desejar, esquecer.
Estou como nunca estive, e assim quero continuar.
A passos duvidosos, mas certos.
Sempre fiz aquilo que meu coração mandou, sempre estive perto.
Agora, mais do que nunca o tempo é meu amigo.

Os dias de janeiro estão indo embora. Que passem, assim como você.

23 de jan de 2009

(...)
Eu sei que alguma coisa minha, em você ficou guardada
Como num filme mudo antes da invenção das palavras

Afinei os meus ouvidos pra escutar suas chamadas
Sinais do corpo eu sei ler nas nossas conversas demoradas
Mas há dias em que nada faz sentido
E os sinais que me ligam ao mundo se desligam


Eu sei que uma rede invisível irá me salvar
O impossível me espera do lado de lá
Eu salto pro alto eu vou em frente
De volta pro presente

Sozinho no escuro nesse túnel do tempo
Sigo o sinal que me liga à corrente dos sentimentos
Onde se encontra a chave que me devolverá
O sentido das palavras ou uma imagem familiar
(...)

Frejat

21 de jan de 2009

Little Joy - With Strangers

Aposto que você está se perguntando como eu sabia
que isso chegaria ao fim
Ele roubou seu coração de você
então você me atirou ao vento

Continuei fingindo não me importar
(?)
compeli minhas mãos a fazer
o que o meu coração não ousaria

Eu continuarei me segurando em você
Não exitem vidas perfeitas com estranhos
Se apenas você, se somente agora

E no crepúsculo dessa hora
quando idiotas são confundindo com homens
essa escuridão me cabe bem
meus arrependimentos são encarados no fim

Eu continuarei me segurando em você
Não exitem vidas perfeitas com estranhos
Se apenas você, se somente agora

Eu continuarei me segurando em você
Não exitem vidas perfeitas com estranhos
Se apenas você, se somente agora


Ps. Existem músicas que simplesmente falam por você.
Bom dia!

19 de jan de 2009

Maldito Orkut.


Meu blog não é mais diário, como antigamente. Não é também um livro com páginas abertas. Pensei que minha vida é algo sério demais para comentar em detalhes, como antes eu fazia. Acredito que as pessoas não devem ter interesses sobre ela [ou talvez até tenham], mas prefiro me manter.
Fico muito chocada toda vez que me vejo acompanhando a vida de alguém pelo orkut, por exemplo. Vejo que não só eu acompanho, como a própria pessoa oferece esta prática. Ela se deixa mostrar, gosta e sente prazer nisso.
Exibe de forma 'nua e crua' todos seus sentimentos, e foi isso que me fez abandonar este site de relacionamento por duas vezes.
Depois de muita lenga-lenga e discussões 'extras' com amigas, optei em voltar [isso tem algum tempo] e deixe [sempre] todas as opções de albuns, vídeos e sei lá o que abertas. Sim, porque se tenho uma página dessas, se me permito ser vista por amigos e conhecidos, porque então proibir os outros de me ver? Se não escondo de um, não escondo de ninguém, simples.
Isso também já foi tema de diversas briguinhas, o que sinceramente me irrita muito.
Alego ter Orkut para ter contato com amigos de outras cidades e de fora do país. Mas sinceramente, isso não é desculpa. Eu poderia muito bem me relacionar por e-mail com eles e tudo estaria normal.
Mas, me permito olhar e 'fuçar' em orkuts alheios, e por isso, as vezes me sinto muito baixa. Não sei exatamente explicar pra vocês, mas optei em dar um 'basta' disso. Não quero mais saber quem me visita e não quero receber scraps de pessoas que me viram espiar. Acaba tudo sendo uma grande novela.
Capítulo após capítulo sabemos quem esta namorando com quem. Aprendi fácil a ler nas entrelinhas, que muitas vezes nem chegam a ser 'entrelinhas'.
Especialmente meninas - tem o dom de exibir a felicidade como um troféu, e isso é o que mais me entristece (empobrece a classe).
Talvez seja por isso essa minha curiosidade toda. Por pior que seja, eu continuava vendo aquilo. Poderia aqui dar alguns 'esporros' e tentar uma lição de moral, mas quem sou eu pra falar não é?! Se quando não tenho nada pra fazer, corro no orkut.
Mas, definitivamente, cansei.
Cansei de saber o que os outros fazem no final de semana, com quem estão namorando, de quem estão falando mal. Cansei de descobrir traições e falcatruagens atraves deste site. Cansei de ver meninas tirando foto em frente ao espelho.
Pra mim chega!
Não vou generalizar, [como nunca fiz], mas apertei a tecla 'delete' para todas as bobeiras que me fazem perder tempo na vida.

Bom dia!

16 de jan de 2009

Uma coisa é certa: Não discuto.
Minha humilde opinião não precisa ganhar espaço.
Espaço este, indesejável.
Quem não tem interesse em mim, não precisa ter interesse no que penso.
Cansei de perder horas preciosas do meu tempo tentando justificar ou ensinar qualquer coisa que fosse.
Chega!
Os tempos são outros, minha fase é muito mais colorida do que cinza.
Passei! Tô passando...
Nada de perseguições desagradáveis e comentários insignificantes.
Porque gastar minha saliva? Porque também ainda escrever sobre isso?
É bem verdade. Chega!

14 de jan de 2009

Vá ao cinema e me convide! - ‘Se eu fosse você 2’


Com ‘Glória Ramos e Tony Pires’

Definitivamente, o cinema nacional está de parabéns. Dezenas de filmes tem encantado o público brasileiro pela produção do roteiro, enredo e principalmente pela excelente atuação dos atores. Quem já rotulou os filmes nacionais, poderá perder a oportunidade de acompanhar um belíssimo trabalho de Daniel Filho, interpretado por Tony Ramos e Glória Pires.
A primeira experiência de ‘Se eu fosse você’ em 2006, atingiu recorde de público, e desta vez não foi diferente. “Se eu fosse você 2” continua em primeiro lugar nas bilheterias, levando mais de 2.050 milhões de espectadores aos cinemas.
"Se Eu Fosse Você 2" acontece alguns anos após a primeira experiência de troca de corpos entre Claudio (Tony Ramos) e Helena (Gloria Pires). Os dois resolvem se separar e, para piorar a situação, descobrem que a filha Bia (Isabelle Drummond) está grávida e vai se casar. Em meio a crise, o casal troca novamente de corpos.
A história é semelhante, mas o que impressiona é o talento e a capacidade dos atores em interpretar personagens fora do comum. Tony Ramos destaca-se nos mínimos detalhes de uma mulher. Cada aspecto, a maneira de falar, agir, sentir. Todas as formas do sexo feminino são expostas da melhor maneira, o que chega a impressionar o público.
Já Glória Pires dá um show a parte com seus dotes masculinos e voz grossa. Talvez nenhuma outra atriz fosse capaz de interpretar tão bem o papel de um homem. Características de Cláudio, como o tom irônico, as brincadeiras e bom humor, Glória simplesmente encanta do começo ao fim.
O que faz o espectador não tirar os olhos da telinha é justamente a maneira como Daniel Filho escreveu o filme. Por mais ilusório que possa ser, o brasileiro sente-se envolvido com o casal. A prova é de que a rotina pode ser gostosa e surpreendente. Vale a pena assistir! Eu recomendo

11 de jan de 2009

Escrevo por pura noção de pensar
Me perco nas entrelinhas do acaso
Não é prosa, nem poesia, nem crônica
São sentimentos traduzidos

Ainda me expresso melhor com as palavras
Apesar de achá-las traidoras as vezes
Me perco, me acho, me encontro
No único sentido do verso, da canção, da voz mais bonita

Vivo meus dias intensamente, sem medo de errar
Não estou aqui para passar em branco e nem para fazer bonito
Faço o que quero
Felizes os que me aceitam
Idiotas os que tentam me barrar

A vida naõ tem regras, não pra mim
Ela é única e simples
Sem marcha ré ou tunel do tempo
Ela é vivida, apenas

Me permito ser assim
Impulsiva, apaixonada, louca e enloquecida
Me permito olhar nos olhos, beijar na boca
Me permito amar até da maneira mais errada
Me permito à felicidade

Sou assim, quero continuar assim
Bailar a noite, de dia,
Cantar, chorar, brincar e correr
Quero viver intensamente
Quero o cheiro mais gostoso e o abraço mais apertado

Espero sinceridade, sempre
É isso que me faz ser e sentir
Acredito no amor, e isso nunca morre.

Já dizia o poeta; "viver não dói"

10 de jan de 2009

O mundo parou e eu sorri.
Por minutos, segundos, ou na batida que me acompanhava.
Sabia que você não estava ali.
Mas reagia a sua presença.
Gostoso saber.
Gosto de você.

Bom dia!

8 de jan de 2009

A Maldição do Jornalista

Por Julio Daio Borges


1. Não terá vida pessoal, familiar ou sentimental.
2. Não verá o filho crescer.
3. Não terá feriado, fins de semana ou outro tipo de folga.
4. Terá gastrite, se tiver sorte. Se for como os demais, terá úlcera.
5. A pressa será o único amigo, e as refeições principais serão sanduíches, pizzas e pães de queijo.
6. Os cabelos ficarão brancos antes do tempo. Se sobrarem cabelos.
7. Sua sanidade mental será posta em xeque antes que complete cinco anos de trabalho.
8. Dormir será considerado período de folga; logo, não dormirá.
9. Trabalho será o assunto preferido, talvez o único.
10. As pessoas serão divididas em dois tipos: as que entendem de comunicação e as que não.
11. A máquina de café será a melhor colega de trabalho, porém, a cafeína não fará mais efeito.
12. Happy hours serão excelentes oportunidades de ter algum tipo de contato com outras pessoas loucas como você.
13. Sonhará com sua matéria. E não raramente mudará o titulo dela e algumas palavras enquanto dorme.
14. Exibirá olheiras como troféu de guerra.
15. E, o pior, inexplicavelmente, gostará disso tudo.

6 de jan de 2009

O caminho era seguro. As pernas que recusavam-se a seguir.
As malas estavam prontas. E o medo estava ao lado.
A decisão era a palavra. Mas a alma já não sabia.
Os dias passaram e você não estava ali.
A chance chegou, a oportunidade bateu, e ele foi.
Foi como um pássaro, sem receios de errar.
Mesmo que o coração tentasse. Ele mantinha-se calado.
A vida é feita de escolhas.
Não havia como decidir. Não havia como opinar.
Tudo estava feito e a estrada o acompanhava.
Distante.. como a estrela mais brilhante em noite de lua cheia.
Lindo, como um amor inesquecível.
No relógio, é sempre a partida.
No caminho é cada um por si.
No coração, apenas a lembrança.

Ps. eu nunca vou esquecer.

5 de jan de 2009





No ano passado eu escrevi sobre essa coisa engraçada de fazer aniversário.
Eu realmente ADORO completar anos de vida! Para alguns, o aumento da idade é uma tristeza. Para mim, é aprendizado. Pode até ser que daqui alguns anos eu não pense assim, mas por enquanto é isso.
Comemorei sábado com um bolinho e alguns amigos os meus 21 anos! Desta vez não quis festa, nem muito agito. Preferi colocar minha cabeça em ordem para futuras decisões.
De qualquer forma, eu dei muita risada com pessoas especiais.
Quem sabe nos meus 30 anos eu faça uma festa de arromba.
...
Bem, mas como esse meu blog tem virado um diário virtual, permito-me abrir com todos estes que aqui visitam. Estou sim muito feliz. Ainda tenho dúvidas quanto ao meu próprio 'eu' e minha capacidade, seja ela profissional ou sentimental.
Dúvidas quanto ao que fazer e quando fazer. Ainda me aperto antes de qualquer coisa ou decisão. Acho que as dúvidas podem ser nossas amigas. Mas não sempre.
Consigo conviver com algumas indecisões, mas gostaria de poder ser mais radical.
Nunca fui [nem quero ser] aquelas meninas loucas que fazem a mochila e saem por aí. Comigo, o lance é bem pelo contrário. Sou CAPRICORNIANA, e quem conhece alguma sabe o quanto pé no chão nós somos. Não consigo voar tão alto como alguns. Não consigo soltar as rédeas e nem parar no tempo. Pra mim, os dias correm, o tempo voa...
Minha saudade é contida. Meus amores podem ser reprimidos. Minha história é outra.
O dia que conseguir me desprender de todo o clico que me envolve, quem sabe eu possa escrever outras coisas aqui. Mas por enquanto fico assim.
...
Me sinto assim, ao mesmo tempo que presa a 'não' atitudes, estou aberta a grandes descobertas. O ano esta começando, meus 21 anos foram completados e eu estou pronta!
Pronta para me apaixonar, para rir, chorar, beber, cantar, dançar.. e ser muito, muito feliz!
Porque afinal, eu mereço!
...
Positive Vibrations!
...

2 de jan de 2009

tchau gente chata!


O ano começou maravilhosamente bem! Família e amigos por perto. Muita música para os meus ouvidos e algumas doses extras de champagne! Dancei.. como se meus pés nunca mais fossem parar. Dei risada até doer a barriga, abracei e beijei [no rosto, é claro] todos aqueles que eu adoro de verdade. Meus mais sinceros sentimentos estavam expostos a quem quisesse conferir. Aproveitei tudo, mesmo!
Vi o dia 1º de janeiro nascer deitada embaixo de uma árvore. Não podia ter sido melhor. (AMEI)
Mas enfim.. voltamos a batalha diária da vida, com sonhos e planos que vagam na minha mente. Voltamos ao dia-a-dia, a correria. Voltamos a rotina.
De qualquer forma, sou otimista e quero um 2009 cheio de novas cores e muita paz.
...
Experiências ruins só servem para me fortalecer. Pessoas ruins só servem para aumentar meu sentimento de pena. É como se a guerra só mostrasse ao homem que a paz existe.
Assim, é neste sentido que quero ver e levar a vida. Com motivação, garra e perseverança. Quero traçar o meu caminho e desejar para que nele só estejam pessoas de coração bom e alma generosa. Um dia após o outro, pode até ser devagar, mas quero conseguir! Consquitar aquilo que sempre desejei, lutar por tudo que eu quero e vibrar a cada sonho realizado.
...
Hoje virei as costas para um má educação e arrogância. Quero assim continuar. Virando as costas para tudo que me ofende e não me faz bem. Sinceramente tô cansada de pessoas medíocres que só pensam no seu próprio umbigo. Cansei de ser legal com pessoas que realmente não merecem. A síndrome da antipatia as vezes toma conta do povo, e eu não posso fazer nada.
Uma professora minha já dizia da forma mais impetulante, mas verdadeira possível, que muitos dos problemas poderiam ser resolvidos apenas com o amor. A expressão que ela usava não era bem essa. No caso, o sexo seria a resolução de tudo.
Sexo é bom e o amor mais ainda. A junção disso com certeza faria o mundo ser melhor! Vocês não acham?
...
Bem, dia 5 de janeiro é meu dia! É hora de comemorar meus 21 anos da melhor maneira possível. Sabe aquela frase, 'com a cabeça nas nuvens e os pés no chão'?
Pois é desse jeito.. assim que tem que ser, pelo menos pra mim.
Vou vivendo, aprendendo e degustando dessa vidinha ordinária!:D