30 de dez de 2008

...amor pra recomeçar!


Optei em não mais auto-me-explicar. Sinto que posso ser melhor do que isso. Não acham?
Dezembro está acabando e eu já estou me despedindo dele, assim como esse ano de 2008 que não foi dos melhores devido ao vermelho que usei no ano novo.
Escrevo e dou risada de quantas paixões tive esse ano. Daquelas avassaladoras. Tipo: 'Me carrega pra sua vida?'. Como disse a carol outro dia, 'me apaixono e me fodo', com o perdão da palavra. Pois bem, alguem tinha que fazer o teste da roupa vermelha.
Nos nos outros anos minha cor era sempre o branco, e venho tendo paz absoluta, sempre! [Graças a Deus!]
No mais, tenho somente a agradecer ao ano que passou. Aprendi muito, estudei bastante, fiz bons amigos, dei risada, bebi muita cerveja e vi mais uma vez os dias passarem da melhor maneira possível. Tive saúde pra dar e vender, minha família esteve sempre unida. Então o que mais eu quero?
Prefiro apenas dizer que aprendi e tô a espera de aprender mais. Não me refiro ao lado técnico da coisa, mas as experiencias de vida. A prática de ser adulto e ver as responsabilidades batendo na porta.

Bem, prefiro continuar assim, 'vivendo um dia de cada vez'

Desejo que o ano comece lindo, vibrante e cheio de boas energias!
Desejo que as pessoas amem ao invés de pensar
Desejo que todos tenham muita saúde e vitalidade pra enfrentar os dias do ano
Desejo que o choro só exista em momentos de alegria e emoção
Desejo que as crianças possam brincar e os adultos rir
Desejo que alguns esqueçam um pouco do trabalho
Desejo que você se delicie com um sorvete de morango e uma pizza de calabresa
Desejo que todo dia você tenha um novo motivo pra sorrir
Desejo que todos tenham como prioridade a vida e saibam lutar somente por ela!


"Desejo que você tenha a quem amar. E quando estiver bem cansado, ainda exista amor pra recomeçar!"

2009.. tamo junto!

29 de dez de 2008

os pensamentos vagam nas noites mal dormidas. ainda existe o desejo de mudança. aquilo que deveria já ter acontecido. o ano está se acabando. ainda temos algumas horas. nada do planejado aconteceu. a chuva não caiu. a saudade bateu. os laços que me prendiam agora não predem mais. eu só queria mais cores. apenas uma borboleta saltitante no estômago. como eu queria. queria um café com leite em uma tarde de filmes. queria a calma de alguém. ah! se alguém me ouvisse. os desejos já não sabem qual caminho seguir. as dúvidas e incertezas tomaram conta. como me dói a tristeza. como me irrita a falta de lealdade. vamos, vem comigo. quero ir pra bem longe. bem longe de tudo. distante até mesmo de mim. esquecer. da hipocrisia e da mediocridade. do passado e do presente. do medo e da angústia. vem, me leva. pra bem longe.

ps. escrevo em letras minúsculas pois me sinto assim, pequena. no menor dos diminutivos.

25 de dez de 2008

Aquele vazio que eu não queria sentir. O telefone não toca. Ele não veio. As luzes vermelhas estão acesas e os sentimentos a tona são os mais bonitos. Mais uma vez, ele não veio. Não veio e não teria sentido se viesse. Talvez minha cabeça fantástica tivesse imaginado aquilo que nunca iria acontecer. Porque as pessoas sonham? Porque ainda pensar que algo pode acontecer quando tudo já está acabado? Um sorriso, um abraço, um carinho. Tudo isso se foi, como qualquer coisa que voa com o vento. Como a onda do mar, como a brisa, como as folhas. Fecho os olhos para não descer aquela lágrima escondida no canto direito. Me permito sentir e sofrer na medida em que não mais me sufoque. Na medida em que meu coração ainda pede. Mas tudo se foi, assim como os planos ou as palavras que podiam ser sinceras. A cada passo sinto-me menor.
A medida com que os dias acabam, acaba também a minha esperança em acreditar nas pessoas. Por favor, alguém tem uma borracha de pensamentos?

23 de dez de 2008

O que eu fiz?


Sempre gostei de fazer 'listas de final de ano', contando e pontuando todos os acontecimentos. Apesar de nem sempre lembrar das coisas [tenho memória de Nemo], ainda me sinto organizada quando consigo chegar ao fim de uma folha de caderno.
Começo sempre pelo que eu mais gostei, no caso deste ano foi a formatura, o restante são apenas palavras ou frases soltas que servem como referência do que fazer ou NÃO no ano que se aproxima.
.
Então, eu posso dizer que em 2008 eu ri mais que chorei, briguei, pensei nos sentimentos como nunca antes havia pensando, tomei sorvete de flocos com cobertura de morango, andei muito descalça, dancei na frente do espelho, escutei Shakira, Maná, Los Hermanos, Bob Marley, Maria Rita e Mallu Magalhães. Fiz novas amizades, aprendi a fazer bolo verde, lembrei do quanto é bom dançar, bebi cervejas, fumei alguns cigarros, continuei cortando meu cabelo a cada três meses. Birnquei de super herói, quis ser magra, fiz dietas, me senti mais bonita, me senti feia, comprei roupas, bolsas e sapatos, aprendi a me maquiar, fiz escova progressiva, conversei mais com meu primo Rodrigo, descobri amores incondicionais, abracei, beijei, me apaixonei e amei. Dei presentes, recebi presentes, acordei cedo, dormi tarde, vi o sol nascer, trabalhei, escrevi muitas matérias, me faltou criatividade algumas vezes, nunca parei. Tomei chá verde, café com leite e chocolate quente. Bebi tererê e tomei sol, fiquei na piscina e fui em festas. Fiz tcc, me formei e festei.
.
Assim poderia resumir meu ano, mas é claro que isso não foi nem a metade de tudo que fiz e aprendi. Agora eu quero também agradecer; a todos aqueles que de uma maneira ou de outra me ajudaram em momentos importantes. Aqueles que me deram estímulo a sempre continuar e nunca desistir. Aqueles que aguentaram minhas choradeiras, dores de cabeça, mau humor e estress. Aqueles que estavam ao lado quando eu mais precisei, e principalmente aqueles que sempre acreditaram em mim.
Eu desejo que 2009 comece muito mais bonito, com paz e felicidade.
Que nossos sonhos se realizem com muita batalha e dedicação. Que possamos conquistar tudo que há de mais bonito e melhor, e que sempre possamos ter pessoas queridas perto da gente, assim como eu tive vocês!
Tá certo?!
Beijo me liga então e Feliz Natal!!!

20 de dez de 2008


Alô, alô marinheiros! Para não perder o costume, vamos 'hablar' um pouquinho.
Voltei hoje ao batente. Então, meu primeiro dia como jornalista - definitivamente - .
Mas hoje é sábado, e eu só queria dar uma conferida nas minhas coisinhas que eu já estava com saudade. É incrível como vinte dias podem fazer você esquecer das coisas.. como senha de e-mail ou pasta de arquivos. Por isso então, resolvi colocar a cabeça em ordem pra não me perder o raciocínio que eu preciso na segunda-feira.
.
Mas sério gente, não tem nada melhor do que alguns dias de férias. Desta vez, passei em casa. Como sempre vou para o litoral catarinense, desta vez fiquei com receio e como provavelmente iria sozinha, decidi ficar curtindo minha casinha ao lado dos meus cachorros, da mamis, da irmã e da avó! Pelo menos aproveitei alguns dias de sol na piscina, comi muito e bebi algumas cervejinhas(que me renderam alguns quilinhos extras). Assisti muitos filmes e comecei a ler 'Quando Nietzsche chorou'. Também voltei a ler meu TCC e enviamos [Carlos e eu] o nosso documentário para concorrer no Prêmio Sangue Novo.
.
Mas voltando ao assunto, estou feliz em sentar na minha mesa, agora com muito mais responsabilidade e consciência. Não que antes eu não tivesse, mas vocês sabem como funciona. Estagiário nunca se compara a jornalista. Por mais que a gente tentasse mostrar competência, estagiário é sempre estagiário.Em todo caso, ainda sou uma foca(expressão usada para jornaista recém-formado), e vai tempo para me tornar qualquer coisa. O fato é que estou na área que eu mais gosto - CULTURA -. Me encontro nas palavras do Caderno Dois. Gosto e tenho prazer em conversar com pessoas diferentes, conhecer histórias de vida, experiências e emoções. Gosto mais ainda de poder expressá-las através da escrita. Pra mim, um dos papéis primordiais do jornalista é a lealdade com a fonte. Representar na folha do papel tudo aquilo que faz sentido pra uma pessoa. Escrever com alma e coração. Isso é o principal.
.
Bem, como hoje é sábado, vamos aproveitar! O dia está lindo e muito quente!
Gente querida, super beijo e aproveitem o 'finde' como dizem os iguaçuenses.
.

16 de dez de 2008

O andar era o mesmo. O que mudou foi a maneira de pensar.
Todas aquelas histórias transformaram-se em dúvidas. A cabeça não consegue mais estabilizar. Os sonhos são perturbadores e há desconfiança em tudo.
Quantos medos, quantas dúvidas, quantas idas...
Num futuro não muito distante tudo será colocado na mesa, de forma simples e clara. Assim espero.

13 de dez de 2008


Como um sambinha leve de ouvir no final da tarde. Como a brisa solta que corre no sol de verão. Como um amor verdadeiro que há de existir. Assim eu sou, assim eu sigo.
De uma maneira simples e talvez desajeitada que você já conhece. Aquela menina moleque que gosta de tudo o que há de bom e simples. Sem luxo, nem lixo, por favor.
Quero apenas a minha paz. Aquela capaz de contagiar a todos. Aquela que me estimula.
Quero meu gosto, meus pensamentos e minha alegria. Quero meu 'eu' sem divisórias.
Quero não depender dos outros. Quero a minha história contada por mim.
Talvez as loucuras que se passam pela cabeça tomem um caminho certo, ou quem sabe continuem na mesma direção (aquela que eu não sei quando é norte ou sul).
Preciso viver dias sensacionais. Quero algo completo. Me recuso a viver de metades, de corações partidos..de tempos perdidos.[...] Cada novo dia se torna fundamental para a construção da minha mente e porque não dizer personalidade. Sou capaz de moldá-la. Ainda consigo. Tenho me adaptado às situações, aceitado coisas que nunca pensei em aceitar. Vivido mais pelos outros do que por mim.

Ainda sou [estou] fraca. Quero caminhar sem medo.

11 de dez de 2008

A mente já não sabe o que pensar. Os momentos representam a história. O presente é importante, mas o passado ainda ficou. Por onde andar? O que fazer? Seria tão bom um dicionário da vida com o significado complexo dos sentimentos. Em busca do lugar ao sol eu sigo em frente. Sigo como a música do Camelo..'caminho em frente pra sentir saudade'. A vida não pára. A vida não volta e o que fica são retratos. Não jogue fora aquilo que foi importante. Preserve o tempo bom. A passos lentos tudo se reconstrói.

8 de dez de 2008

JORNALISTA sim senhor!


O dia foi 6 de dezembro de 2008, sábado. Não imaginei que uma festa pudesse transformar minha vida. Não imaginei que sentimentos pudessem prevalescer perante qualquer problema. Não imaginava ter tantos amigos.
Foi sim, inesquecível. E essa não é a única palavra. Difícil é escrever sobre os quatro anos.. são muitas histórias, mas todas elas resumiram-se a um dia especial.
Dia em que dançamos, cantamos, beijamos, abraçamos, choramos e fizemos tudo o que queríamos fazer. Dia em que nos tornamos jornalistas!
Muitos não acreditaram, outros ficaram fora de si, alguns estavam pasmos, outros enloquecidos, já eu, estava paralisada com tudo aquilo. Por alguns instantes minha cabeça parou. Eu quase não acreditava que era possível.
....
A vida é mesmo engraçada, mas a cada passo ela nos releva uma nova forma de seguir um caminho. No sábado eu descobri que não existem brigas, não existe orgulho, não existe mágoa que não possa ser perdoada. Não existe nada que impessa um grande amor, seja ele de pai e filho, de tios, primos, amigos ou namorado.
Todos que estavam lá me ensinaram algo diferente, seja pela simples presença, seja pela maneira como me olhavam e diziam 'parabéns Thays'.
É impossível não ver o brilho nos olhos daquelas pessoas que realmente gostam de você. Impossível é não se emocionar. Impossível não ver a alegria estampada no rosto de cada um.
...
Estou muito, muito e muito feliz por tudo aquilo que aconteceu. Não apenas por ter me formado e agora ser realmente uma JORNALISTA, mas por saber que AQUELAS pessoas fizeram parte da minha história, e modéstia a parte... a história mais linda!
Queria que tudo voltasse a acontecer...
Como disse meu tio, 'thays, vamos fazer tudo de novo'!!!
...
Não vou citar o nome de todos, mas sintam-se beijados!
Obrigada por tudo!

JORNALISTAS, NÓS ARRASAMOSSSSSSS!!!!!

4 de dez de 2008

uhuuuu


Gente. Tô morrendo de ansiedade! Vocês nem imaginam!
Nessas minhas férias 'caseiras' o que mais faço é arrumar alguma coisa diferente no meu quarto. Ontem já criei um novo 'visu' pra ele, e ficou lindo! haha
No mais, estou no aguardo para o GRANDE DIA.
Nossa..as perninhas já começaram a tremer e o coração a bater mais forte, acreditem!
...
Nas conversas pelos e-mails com a turma dá pra ver a empolgação do pessoal!
O mais legal é que voltarei a redação do jornal definitivamente como JORNALISTA!
Isso é o máximo, mas é perigoso também! hauahuaa
...
Aiii... então é isso, não quero enrolar!
Só queria contar que tô super faceira mesmo!

:**

2 de dez de 2008

Caminho em frente pra sentir saudade


E o que há de vir são apenas coisas boas. Fatos e boas lembranças devem sempre prevalescer, afinal foi isso que me fez continuar sempre olhando para a frente.
Chega uma hora que teu caminho vai e algumas pessoas ficam para trás, apenas como um passado bom.
Não adianta insitir. Existem momentos que mudam. A tua vida muda.
Deixo tudo assim. Apesar de acreditar sempre nos sentimentos... desta vez estou mais consciente. Meus pensamentos estão mudando e acho que pra melhor.
Essa semana é a mais bonita, e nada vai estragar!

'tanto faz,e o que não foi não é'