28 de mar de 2008

Música, letra e dança

Prefiro o intenso ao dócil,
Prefiro a paixão.
Prefiro as borboletas no estômago
E o brilho nos olhos de cada dia.
Prefiro você. Só você.

27 de mar de 2008

Volkswagen

Essa semana, me deram uma pauta sobre os 55 anos da Volkswagen no Brasil.
A princípio fiquei meio tonga, porque não entendo muito de carro e imaginei que não me daria muito bem. Mas aconteceu uma coisa incrível! Eu adorei!
Quando comecei a ler a respeito, me apaixonei pela marca e fui lembrando da quantidade de carros que meu pai teve. Ele era um apaixonado por carros. Se pudesse, teria coleções (tinha apenas em miniaturas). Se pudesse também, trocava todo mês. Acho que ele queria experimentar todos que tivesse direito!
Me lembro muito bem de cada carro, cada cor e cada briga que ele e minha mãe tinham quando ele comprava um que não agradava ela. (hehe)
A matéria é meio grandinha, mas vale a pena ler!

“Volks”: 55 anos com você!

Você sabia que a Kombi foi o primeiro veículo fabricado pela Volkswagen no Brasil? E que o primeiro Fusca nacional foi produzido em 1959, e o Gol é o carro mais vendido no país há 21 anos consecutivos?

Thays Petters


Para comemorar os 55 anos de atividades no Brasil, a Volkswagen preparou uma cartilha com 55 informações sobre a empresa. Nela, constam curiosidades, dados históricos e o papel social da fábrica, que chegou ao país em 23 de março de 1953.
Vale a pena conhecer um pouco mais sobre a montadora que é a quinta maior exportadora e fabricante de veículos do país; maior empregadora do setor, com mais de 21 mil funcionários; e a pioneira em projetos sociais e educacionais.
Uma das histórias mais marcantes da companhia no Brasil está ligada à produção do Fusca e da Kombi. Conforme afirmou o sócio-proprietário da Paraguaçu — Concessionária Volkswagen de Foz do Iguaçu —, Carlos Bordin, “esses veículos marcaram gerações do mundo todo”. E isso não dá para negar. Afinal, quem nunca teve um Fusca, ou pelo menos, morreu de vontade de ter um? O carro marcou época nos anos 60 e 70 e é, até hoje, um ícone da marca.
Os primeiros Fuscas (na época também chamados de Volkswagen Sedan) foram fabricados em 1959, com peças importadas da Alemanha e montadas por apenas 12 funcionários. A Kombi foi o veículo de produção inaugural, em um armazém montado no Bairro Ipiranga, em São Paulo, no ano de 1957. O nome “Kombi” deriva de “combinado”, ou seja, veículo que combina transporte de passageiros e carga.
Já a primeira fábrica foi oficialmente inaugurada em 18 de novembro de 1959, em São Bernardo do Campo. De lá saíram modelos como Karmann-Ghia (1962), Brasília (1973), Passat (1974) e SP-1 (1975). Em 1973 iniciou a fabricação da Brasília, que vendeu 930.160 unidades durante os nove anos em que esteve no mercado.
Em 55 anos, a empresa acumula mais de 17 milhões de veículos montados (entre carros de passeio, comerciais leves, caminhões e ônibus). No mercado brasileiro, vendeu quase 15 milhões e exportou 2,3 milhões de unidades para mais de 50 países em todo o mundo. Neste ano, a montadora investirá R$ 123 milhões para ampliação da fábrica de motores, em São Carlos (SP). Até setembro, a capacidade produtiva passará de 1.800 para 2.700 motores por dia.
A “Volks” também foi a primeira montadora brasileira a lançar um veículo bicombustível — o Gol 1.6 L Total Flex — e um carro 1.0 Total Flex (o Fox, em 2003). No país, foi a estreante dos freios ABS (1992). Além de pioneira na utilização de injeção eletrônica de combustível (1988), foi a precursora no lançamento de motor 1.0 16 válvulas (1997).
Com o Fox, inaugurou um novo conceito de desenvolvimento de veículo ao redor do passageiro. Primeira montadora brasileira a ter um centro de desenvolvimento, pesquisa e design, a Volks também foi quem se antecipou no lançamento de uma station wagon 4 portas. Na América Latina, superou os concorrentes ao receber a então inédita certificação ISO 9002.
Uma das características mais importantes da Volkswagen é a preocupação com seus funcionários e clientes e o papel social que desempenha no Brasil. Ela é a única que mantém há 36 anos um programa de prevenção e tratamento da dependência química destinado aos empregados e seus familiares. Foi a primeira montadora a aderir às iniciativas para eliminar o trabalho infantil na cadeia produtiva do setor automobilístico, em 1996. Também estabeleceu previamente um acordo histórico de flexibilização da jornada de trabalho, visando à preservação de empregos (1998).
A instituição mantém um programa de incentivo às idéias dos funcionários. É pioneira no programa de atendimento aos portadores de HIV positivo — premiado pela ONU — e parceira há mais de 30 anos do Senai na formação profissional de mais de 5 mil jovens. Também deixou sua marca ao lançar um concurso inovador entre universitários, para descobrir e valorizar novos talentos de design, cujo maior prêmio é um estágio no estúdio da Volkswagen do Brasil. Recicla por ano cerca de 650 mil metros cúbicos da água consumida em suas fábricas e conserva, desde 2002, o programa “Mobilidade”, atendendo clientes portadores de deficiências físicas.
De acordo com Carlos Bordin, o formulário com as 55 informações será repassado aos clientes via e-mail e cartas. Para conhecer um pouco mais sobre a história e as novidades da Volks, basta acessar o site http://www.volkswagen.com.br/.

26 de mar de 2008

O fantástico mundo da blogosfera


Conheça os detalhes desta nova mania cibernética e as opiniões de quem realmente entende do assunto

Thays Petters

Expor fatos, idéias, imagens e emoções. Discutir temas atuais, contar histórias, debater, pesquisar, conhecer novas pessoas e lugares. Esses são alguns dos principais objetivos da maioria dos blogueiros. Esse “novo” mundo, ou essa comunidade, denominada de blogosfera já mostrou para que veio. E prova disso é o número de pessoas que aderiram a novidade em todo o país.
De acordo com o a última pesquisa realizada pelo site Technorati - especializado em busca de blogs - estima-se que mais de 35,5 milhões de brasileiros possuam uma página na internet. A cada seis meses é possível dobrar este número, já que cerca de 75 mil blogs são criados a cada dia. O Brasil é hoje o quinto colocado entre as nações com maior número de leitores de blog’s e o terceiro com mais usuários.
Para entender um pouco mais sobre esse “mundo”, conversamos com alguns blogueiros, que deram suas opiniões a respeito dessa mania cibernética
Como explicou a estudante Kellen Lopes, 24, existem inúmeros formatos de blogs no Brasil e no mundo, mas o que realmente importa é o conteúdo de cada um deles. Para ela, o usuário deve ter opinião própria e não copiar textos de outros blogs. “Inspirado sim. Copiado não. Porque quem tem blog gosta de ler outros blog’s. Se essa pessoa copia algo que já foi postado, perde a graça”, garantiu.
Kellen, que é estudante de administração e escritora assídua do blog

http://www.blogjaviu.blogspot.com/, comentou que tudo começou há cinco anos, ao ler uma matéria sobre diários virtuais. “Era a nova moda entre os jovens. Eu tinha um computador, internet e várias coisas para escrever, aí como não tinha nada a perder, fiz o meu também.” A estudante chegou a receber mais de 7 mil visitas por dia, ao ser indicada por blogs de todo o Brasil. Sua página também foi classificada três vezes como a melhor da semana pelo site Blogger (http://blogger.globo.com) e recebe atualmente cerca de 350 a 400 visitas diariamente.
Tudo isso não é por acaso. O sucesso da blogueira é justamente pela sua autenticidade na forma de escrever. O humor, o sarcasmo e a irreverência estão reproduzidos em todos seus textos, o que, de certa forma, chama a atenção da maioria. “Escrevo a minha opinião, minhas idéias. Filosofias furadas ou não”.
Já para o paulista Davis Leandro Perdigão Peixoto, 24, o blog serve como “um mural de pensamentos aleatórios”. A intenção dele, que também é analista de sistemas, é passar dicas e informações sobre assuntos dos quais ele se interessa e conhece. “Além de ser uma válvula de escape de vez em quando” afirmou. Os leitores do blog http://www.blogdoperdigao.blogspot.com/
encontram temas ligados a informática, software livre, política, economia, meio ambiente e automobilismo. Todos os textos abordam assuntos específicos e dirigidos a determinado público-alvo.
Segundo Davis, o blog é um canal de comunicação muito eficiente, onde todos podem expor suas idéias em determinadas áreas. Ele também mencionou que pretende construir um blog colaborativo (diversos autores com interesses em comum) com mais dois amigos. De acordo com o analista, escrever textos e artigos em conjunto está se tornando tendência para uma comunicação mais humana. “Existem muitos economistas, filósofos, cientistas, políticos, publicitários, escrevendo artigos com muito potencial para a cultura brasileira”.
Um caso também interessante aconteceu com uma das turmas de jornalismo da UDC. No semestre passado, os alunos do 6º período criaram blogs para a disciplina de Novas Mídias. A proposta era que cada acadêmico postasse matérias, artigos e comentários referentes às novas tecnologias e assuntos gerais. A idéia deu tão certo que os estudantes se apaixonaram pela novidade e, hoje, já no sétimo período, continuam escrevendo e postando frequentemente.
Carlos Augusto Luz é um dos estudantes que virou um blogueiro assíduo, postando matérias, artigos, releases e comentários em sua página virtual (www.carlos-luz.blogspot.com). Os temas em questão dizem respeito ao webjornalismo, jornalismo no terceiro setor, político e cultural.
De acordo com Carlos, que também é escritor e poeta, o blog “é uma ferramenta de democratização da informação”. Para ele, o veículo exerce um importante papel na comunicação, tanto pela emissão de opiniões como pelo acesso gratuito.

24 de mar de 2008

Meio assim, sei lá.

Nada a declarar.

=*
Bom dia!

19 de mar de 2008

Heróis existem....


Outro dia teve na faculdade uma enquete sobre o voto obrigatório no Brasil.
A maioria dos jovens (pasmen) acreditam que o voto NÃO deveria ser obrigatório, assim como nos Estados Unidos e em outros países. "Vota quem quer". Este é o pensamento deles.
Dá pra acreditar?
Não quero entrar no contexto econômico, educacional e cultural do país, mesmo porque isso demoraria demais. Queria apenas expor uma opinião MINHA, quanto a essa idéia de voto opcional.
A nova propaganda da Justiça Eleitoral aborda exatamente isso.
"Não desperdice o direito que eles tanto lutaram para conquistar para você".
"Nossos heróis são de carne e osso...Mais carne do que osso..."
É bom parar e pensar o que este país viveu. Quantos brasileiros morreram e outros tantos que lutaram para ter em nossas mãos, algo que hoje é desperdiçado.
Os tempos mudaram, mas a ideologia é a mesma.
Para quem quiser assistir ao vídeo




17 de mar de 2008

Saudade.

Hoje conversei com a Gisele, uma amigona minha da época da escola. A "Gi" sempre foi a menina mais querida e cativante da turma. Não tinha quem não gostasse dela.
Sempre meiga, atenciosa e prestativa. Pronta pra tudo.
Apaixonadaaaa por chocolate e um doce de pessoa!
Infelizmente, a vida nos apresenta amigos e aos poucos, nos tira desse convívio tão divertido.
O segundo grau, pra mim, foi uma das épocas mais apaixonantes da minha vida.
Meus amigos eram os melhores. Nós eramos os melhores!
Nesse tempo, alguns estavam aprendendo a dirigir, ouviamos de reggae até Heavy Metal, fazíamos festas todos os finais de semana. A gente bebia vinho...(era a bebida mais barata).
E eu namorava o então, melhor namorado do mundo.
A gente se divertia. Muito...
Hoje, o Maurício tá em João Pessoa. O Neto tá em Portugal. A Fran faz Ciências Biológicas, a Ju faz fisioterapia, e a Gi está indo para Belo Horizonte, onde ficará por um ano e seis meses como missionária. Como ela mesma me disse hoje de manhã, "irá cumprir a missão" e depois voltar a Maceió, sua cidade natal.
Ah sim, o Maurício é meu "Mano". O cara mais gente fina e louco que conheci.
O Neto era meu namorado. E ele conseguia me fazer sorrir todos os dias...
A Fran e a Ju tem corações enormes! E a Gi sempre foi uma "maezona" pra todos nós.
Fiquei tão feliz em saber que ela está bem. Que está determinada a seguir sua vida, com a cara e a coragem.
Por isso, independente da distância e do tempo, amizade que é amizade nunca se apaga.
Sentirei saudade. Muita.

15 de mar de 2008

Os dias começaram a ficar mais leves, assim como me sinto.
O peso já não é tão grande. E parece que tudo flui na medida certa. No tempo exato.
Sinto cheiro de dias melhores.
Que assim seja!
Bom dia!
Bom sábado!
Bom final de semana!

14 de mar de 2008


Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama,
nem o que é amar
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência,
não pensar...

Fernando Pessoa

13 de mar de 2008

Já dizia Drummond;


... "amar o perdido deixa confundido este coração".


O perdido nunca será concreto, estável, arrebatador. Ele nunca deixará a certeza, o amor, a paixão. Um coração confundido é pior que uma pessoa enganada.

Você não sabe pra que lado está andando. Pra onde precisa correr. Porque está aqui...

A sensação é de desprezo. Uma ilusão foi criada e agora é preciso acabar.

Os sonhos, os momentos e a essência ficam pra sempre.

O carinho acaba, e com o passar do tempo, aquilo que parecia amor, já não é mais.

E você se pergunta se um dia foi.

O importante é viver. Aproveitar a vida sem olhar pra trás. Sem arrependimento, mágoa ou angústia.

Viveu. Tá vivido... agora é recomeçar!


11 de mar de 2008

Os dias estão passando rápido demais.
As vezes tenho a impressão de que estão voando....
Não sei se tenho tempo. As 24 horas do meu dia parecem que diminuiram.
Tempo. Tempo. Tempo.
Cadê você?

7 de mar de 2008

Pra rir...

Classe é classe.....
O marido chega em casa as 18:00h e diz a mulher que teria uma reunião às 22:00hs, mas que ele não iria pois considerava isto um absurdo.
Mas a mulher, preocupada com o marido, o convence que o trabalho é importante. O maridão esperto então vai tomar um banho para se preparar e pensa: "Foi mais fácil do que eu pensava!" Como toda mulher, quando o homem entra no banho ela revista o bolso do seu paletó e encontra um bilhete onde estava escrito: "Amor,estou esperando por você para comermos um pato ao molho branco." Beijão, Sheila".

Quando o marido sai do banho encontra sua mulher com uma camisolinha transparente, sem calcinha, toda fogosa deitada de bruços. O marido, ao ver aquela bundinha sob a transparência não resiste e cai matando. A mulher lhe dá um trato completo e ele, exausto, vira pro lado e adormece. Quando vai chegando a hora, a mulher acorda o marido, que não quer mais ir a reunião, mas novamente ela o convence da importância do trabalho.
Ao chegar na casa da amante, o cara está arrasado. Cansado diz a ela que hoje trabalhou muito e que só iria tomar um banho e descansar um pouco. Como toda mulher, ao entrar no banho ela revista o bolso de seu paletó, e encontra um bilhete onde estava escrito:
"Querida Sheila, o pato foi, mas o molho branco ficou todo aqui.
Beijão, A Esposa."

ADOREI! hauaha

5 de mar de 2008


É fato. Não espere um sorriso, um beijo, um abraço, uma rosa, uma ligação, um carinho, uma poesia. Não espere pelo bom humor, pela admiração, pela honestidade, pela lealdade.
Seja consigo mesmo aquilo que quiser. Não espere que o mundo pare. Não espere que os outros mudem.
As coisas boas, aquelas que te estremecem da cabeça aos pés, que te fazem feliz e te deixam com brilho nos olhos... estas chegam no momento mais inesperado, e será sim, INESQUECÍVEL.
Eu aprendi que esperar o reconhecimento de alguém não resolve.
Ou você é a melhor pessoa do mundo porque quer, ou então páre já com isso e vá fazer outra coisa.
A maioria das pessoas sempre esperam uma espécie de "resposta" a qualquer coisa.
Minha mãe por exemplo, sempre diz "Ah, o fulano nem pra ligar agradecendo", ou "Nossa, ele nunca fez tal coisa"...
Eu já disse mil vezes pra ela, mas parece que não me entende aquela baixinha! (hehe)
Quem espera demais não vive.
Eu me acostumei a não pensar muito nas minhas decisões. Ou é ou não é.
Nunca demorei pra me decidir.
Até minhas tatuagens, foram pensadas em um dia e feitas no outro...
Eu penso que planejar é sempre bom, mas se você não tem tempo... SE JOGA!
Meus dias mais felizes sempre partiram de loucuras. De instantes.
É por isso que estou tendo que me acostumar a essa fase de esperar, planejar e resolver com calma. Não sei se consigo, mas terei que tentar, afinal, meu colega de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), Carlos, disse que estamos em tempo com a nossa pesquisa.
Se eu pudesse, faria ele em uma semana, em um dia, uma noite.
Gosto de agilidade. Não gosto de esperar!
Paciência exige muita prática.

Boa sorte Thays.

3 de mar de 2008

De tudo, ficaram três coisas:
A certeza de que estamos sempre começando...
A certeza de que precisamos continuar...
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar....
Portanto devemos:
Fazer da interrupção um caminho novo ...
Da queda um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro...
Fernando Pessoa

1 de mar de 2008

Sonhos...


Uma composição. De verdades absolutas e delírios. O sonho é assim.
Um sinal, uma mistura, algo que pode estar previsto acontecer, ou simplismente servir de intuição.
Eu costumo acreditar nos meus sonhos como sinais, de alertas, gritos ou seja lá o que for.
"Thays! Páre", e paro. Pelo menos desacelero.
Já tive medo de sonhos, já acordei chorando e também sorrindo. Cada um com a sua maneira de me dizer algo.
Também tem aqueles sonhos que as avós costumam dizer que são ruins, como dente caindo por exemplo. Deus me livre eu contar pra minha vó que sonhei com água corrente, dente ou algo parecido. (hehe). Ela reza todos os dias.
Popularidades a parte, cada um acredita no que quiser, e por enquanto, os sonhos me atraem.
Prefiro não saber sobre pesquisas científicas que falam de sono e sonhos.
Continuo maravilhada com esse poder que todos nós temos. É fantástico!
E pra finalizar então eu sonhei que iria viajar... (Eu não vou/ não agora.)
Mas com ele me surgiram outros pensamentos que me fazem parar e pensar em mim, na minha vida e nessa coisa chamada destino.

Bom dia babys!

Bom final de semana!